Pacote com veneno mortal endereçado a Trump é interceptado por agentes do Serviço Secreto

O FBI informou que está investigando o caso em conjunto com o Serviço Secreto dos Estados Unidos 
  • Por Redação
  • 19 set, 2020

Um pacote contendo o veneno mortal ricina foi endereçado ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e interceptado por agentes do Serviço Secreto americano, informou a Fox News

Segundo a emissora, duas fontes policiais teriam dito que dois testes foram feitos para confirmar a presença de ricina.

Um oficial disse ao The New York Times que os investigadores acreditam ter sido enviado do Canadá. A carta foi interceptada em uma área do governo que examina correspondências endereçadas à Casa Branca e ao presidente dos Estados Unidos, disse um oficial à AP.

Na tarde deste sábado (19), o FBI anunciou que estava investigando um pacote em conjunto com o Serviço Secreto dos Estados Unidos.

"O FBI e nossos parceiros do Serviço Secreto dos Estados Unidos e do Serviço de Inspeção Postal dos Estados Unidos estão investigando uma carta suspeita recebida em uma instalação de correio do governo dos Estados Unidos. No momento, não há ameaça conhecida à segurança pública", afirma o comunicado.

A ricina é uma proteína altamente tóxica encontrada em mamonas. É um dos venenos mais potentes de origem vegetal. Pode levar à morte por colapso do sistema circulatório. A sua reação acontece em poucas horas.