VÍDEO: Doria afirma que vacina será obrigatória em SP e ameaça com 'medidas legais' contra quem se recusar a tomar

O governador afirmou que apenas não serão obrigados os cidadãos que apresentarem atestado médico que impeça a aplicação da vacina chinesa (se aprovada pela Anvisa) 
  • Por Redação
  • 16 out, 2020

Nesta sexta-feira (16), o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou que a vacina contra o coronavírus será obrigatória em todo o estado e disse que adotará "medidas legais" contra as pessoas que se recusarem a tomar a vacina chinesa, se aprovada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

O político tucano já vinha sinalizando várias vezes nas últimas semanas que considerava correta a obrigatoriedade do imunizante.

Eu já garanti que aqui [em SP], os 45 milhões de brasileiros serão vacinados. A vacinação será obrigatória, exceto se o habitante ou cidadão tiver orientação médica e atestado que não pode tomar. E adotaremos medidas legais se houver contrariedade nesse sentido. […] Enquanto tivermos pessoas não vacinadas em larga escala, continuaremos tendo a presença do vírus, contaminação e mortes”, disse o governador.

A declaração de Doria foi feita durante entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo.