VÍDEO: Ativistas de esquerda invadem missa em 'manifestação' contra novas restrições ao aborto na Polônia

Com cartazes como "Meu corpo, minha escolha", alguns manifestantes também interromperam missas usando palavras de ordem e espalhando panfletos com símbolo feminista
  • Por Redação
  • 26 out, 2020

Nesse domingo (25), milhares de ativistas miraram igrejas católicas em toda a Polônia, principalmente em cidades mais conservadoras, no quarto dia consecutivo de rebelião contra a proibição quase total do aborto no país.

Após a decisão do Tribunal Constitucional polonês, o aborto também será banido em caso de anormalidades do nascituro. Será legal apenas em casos de estupro, incesto ou ameaça à saúde da gestante.

Nossa raiva deve ser dirigida aos políticos, mas também às altas figuras da Igreja, pois eles também contribuíram para o inferno das mulheres que as autoridades estão preparando”, disse o ativista LGBT Mateusz Sulwinski, um dos organizadores do protesto em Poznan.

Com cartazes como "Meu corpo minha escolha", alguns manifestantes também interromperam missas usando palavras de ordem e espalhando panfletos com simbolo feminista.