Preso estupra e mata garota após ser solto em razão de pandemia do coronavírus

Jenifer Modesto foi assassinada em 4 de abril na cidade de Poços de Caldas, Minas Gerais 
  • Por Redação
  • 15 jun, 2020

Segundo informou o Domingo Espetacular da Record, uma mulher de 18 anos foi brutalmente estuprada e assassinada por um preso menos de 24 horas depois de sair da prisão, após ser liberado por conta da pandemia do vírus chinês.

A jovem Jenifer Hugo Modesto de Poços de Caldas (MG), desapareceu no  dia 4 de abril. Segundo a polícia, ela teria sido abordada no caminho entre o terminal de ônibus e a casa dela por Éder Abrão Filadélfia, que havia sido solto no dia anterior. 

O assassino foi preso dias depois, após tentar cometer outro estupro. Ele confessou ter assassinado Jenifer e indicou onde estava o corpo da garota.

Éder Abrão cumpria pena por estupro e teria sido solto por ser do grupo de risco da covid-19.