Ministro do STF defende fim de prisão para crimes leves

Barroso afirmou que há uma grande quantidade de encarceramento desnecessária no Brasil
  • Por Redação
  • 26 jun, 2020

Nessa sexta-feira (26), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso, durante um seminário virtual, comentou sobre o alto índice de encarceramento no Brasil e disse ser favorável ao desencarceramento amplo em caso de crimes leves no país, informou o Estadão.

Há crimes em que o encarceramento é inevitável, como homicídio, roubo qualificado, estupro. E há uma grande quantidade de encarceramento, desde furto simples a drogas em geral, que é desnecessário. Isso se enfrenta com o juiz de custódia”, declarou o ministro do STF e presidente do TSE.

O decano disse que a reestruturação no sistema prisional caberia ao Poder Executivo. “O Judiciário não tem capacidade institucional de fornecer a solução para estes problemas, mas o Executivo tem.", afirmou