Após problemas com o currículo, Carlos Alberto Decotelli pede demissão a Bolsonaro

Decotelli não chegou a tomar posse do cargo, depois de várias complicações sobre o seu currículo e acusação de plágio em sua dissertação de mestrado
  • Por Redação
  • 30 jun, 2020

Nesta terça-feira (30), Carlos Alberto Decotelli pediu demissão do Ministério da Educação, após cinco dias de sua nomeação pelo presidente da República, Jair Bolsonaro.

Decotelli não chegou a tomar posse do cargo, depois de várias complicações sobre o seu currículo.

A universidade da Alemanha em que ele dizia ter feito um curso de pós-doutorado negou qualquer certificado pela instituição. A universidade de Rosário, na Argentina, em que ele afirmou ter doutorado, disse que sua tese não foi aprovada pela instituição. Além de acusação de plágio em sua dissertação de mestrado.