Trump ordena bandeiras a meio mastro em homenagem a John Lewis, ícone da luta pelos direitos civis nos EUA

A secretária de imprensa da Casa Branca, Kayleigh McEnany, chamou Lewis de "um ícone do movimento dos direitos civis" no sábado, após sua morte aos 80 anos de idade
  • Por Redação
  • 18 jul, 2020

Neste sábado (18), o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ordenou que bandeiras americanas fossem colocadas a meio mastro "como uma marca de respeito pela memória e pelo serviço público de longa data" do falecido deputado John Lewis, da Geórgia, líder dos direitos civis no país.

Em um decreto, o presidente americano ordenou que bandeiras fossem baixadas durante o dia de sábado em todas as propriedades e instalações federais dos Estados Unidos.

A secretária de imprensa da Casa Branca, Kayleigh McEnany, chamou Lewis de "um ícone do movimento dos direitos civis" no sábado, após sua morte aos 80 anos de idade.

Assim como outros parlamentares do partido Democrata (esquerda nos EUA), Lewis boicotou a posse de Donald Trump em 2017.