Damares vai distribuir guia de como fortalecer casamento e rebate críticas da esquerda

Segundo a ministra, o objetivo do material é fortalecer os "vínculos familiares e parentais" e os laços do "casamento" e será embasado no artigo 1566 do Código Civil Brasileiro
  • Por Redação
  • 07 ago, 2020

O Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, comandado pela ministra Damares Alves, está preparando um guia com o objetivo de fortalecer os "vínculos familiares e parentais" e os laços dos "casamentos". O material será produzido pela Secretaria Nacional da Família. 

Mas mesmo antes da divulgação, o material de viés conservador, que será desenvolvido por um governo eleito para governar com propostas conservadoras, já recebeu críticas de mídias de viés mais à esquerda e de progressistas. A Folha de São Paulo, por exemplo, escolheu a dedo a foto da ministra para ilustrar seu descontentamento, e escreveu: "Damares vai distribuir pelo Brasil guia sobre como fortalecer casamento. Técnicos e políticos dizem ver risco de inspiração no bolsonarismo e não em pareceres de especialistas". Críticas, como "palhaçadas do Talibã Tupiniquim" e "Ela aparenta ser uma mulher atormentada.", se vê nos comentários da matéria da Folha. 

Segundo informou a Gazeta do Povo, o subprocurador-geral Lucas Rocha Furtado, do Ministério Público, junto ao Tribunal de Contas da União, pediu à procuradora-geral do órgão, Cristina Machado, que envie uma petição para a ministra Damares no “intuito de obter os estudos e os motivos” que embasariam o guia e cita que há “risco de utilização da máquina pública movida por opiniões pessoais, e não em prol do interesse público, em possível caso de desvio de finalidade.” 

Damares Alves rebateu as críticas e defendeu o projeto em suas redes sociais. 

"A polêmica de ontem foi a notícia de que o @DHumanosBrasil
 vai lançar uma cartilha com o objetivo de fortalecer os vínculos familiares e parentais, algo sobre fortalecimento dos casamentos. Mas será que a ministra inventou isso do nada? Segue o fio.
", escreveu a ministra. "Onde estão escritos os deveres dos cônjuges? Quem os inventou? 
Não, não fui eu quem escreveu! Não fui eu quem criou obrigação e deveres para os cônjuges.  Eles estão previstos no artigo 1566 do Código Civil Brasileiro.

Vejamos :

Art.1566 -  São deveres de ambos os cônjuges:

I -  fidelidade recíproca;

II - vida em comum em domicílio conjugal;

III - mútua assistência; 

IV - sustento, guarda e educação dos filhos;

V - Respeito e consideração mútuos

Até agora não entendi o motivo de tanta polêmica pela iniciativa da Secretaria Nacional da Família, por meio da nossa querida 
@angela_gandra
, em criar uma cartinha  falando dos deveres e direitos  dos cônjuges visando o fortalecimento dos casamentos.
"